@julietacapuleto: transmediando Shakespeare en la cultura digital

Autores/as

  • Vicente Gosciola Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Tainan Pinheiro Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Maira Tomyama Toledo Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Ademir Silveira Correa Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Bruno Gabriel Ribeiro Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Leyslie Pereira Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Fabiana Guerra Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Palabras clave:

Narrativa Transmedia, Cultura Digital, William Shakespeare, Artes Imagéticas, Tecnología, Sociedad Contemporánea

Resumen

Este estudio analiza los principios y la estructura de la narrativa transmedia aplicadas a un despliegue narrativo de la obra Romeo y Julieta de William Shakespeare.

Biografía del autor/a

Vicente Gosciola, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Pós-doutor pela Universidade do Algarve-CIAC, Portugal. Doutor em Comunicação pela PUC-SP. Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi. Autor do livro Roteiro para as Novas Mídias: do Cinema às Mídias Interativas (3ª. ed. rev. e ampl. Senac, 2010). Convidado pela Escuela Internacional de Cine y TV San Antonio de los Baños, ofereceu em 2010 o curso Guión para los Nuevos Medios para os alunos do 2º e do 3º ano do Curso Regular. í‰ professor, pesquisador, consultor, realizador e autor nos seguintes temas: narrativa transmídia, alternate reality game-ARG, cinema, hipermídia, narrativa interativa, narrativa complexa em cinema, novas mídias, novas tecnologias, tecnologia e estilo fílmico, TV digital interativa, vídeo, web TV, storytelling.

Tainan Pinheiro, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Possui graduação em Cinema e Audiovisual pela Universidade Anhembi Morumbi (2013), pós-graduação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2016) e, em andamento, mestrado na Universidade Anhembi Morumbi (2016.1 - ). Atualmente é gerente de projetos na empresa Banque - Plataforma de Crowdfunding. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em cinema e projetos culturais.

Maira Tomyama Toledo, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Aluna do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado em Comunicação, na Universidade Anhembi Morumbi, com bolsa institucional integral concedida pela Universidade Anhembi Morumbi. Sua linha de pesquisa aborda os Processos Midiáticos na Cultura Audiovisual e seu projeto trata das novas tecnologias no ambiente das redes sociais. í‰ graduada em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e há 20 anos atua em agências de publicidade na área de Mídia. Possui um total de dois anos de vivência internacional, com estudos de línguas estrangeiras e de história da arte.

Ademir Silveira Correa, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Bolsista por mérito acadêmico da Universidade Anhembi Morumbi. Possui graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000). Atualmente é editor - Editora Caras. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo e Editoração, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura, vídeo, transmídia, shakespeare e romeu e julieta.

Bruno Gabriel Ribeiro, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Possui graduação em Cinema pela Universidade Anhembi Morumbi (2014). Atualmente ministra cursos e workshops na área audiovisual e novas mídias. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Cinema e novas mídias, atuando principalmente com plataformas digitais, como o Youtube. Possui graduação em Cinema e Audiovisual pela Universidade Anhembi Morumbi (2014). Desde 2011 desenvolve trabalhos no campo audiovisual para internet, além de dirigir e roteirizar curtas-metragens. Trabalhou por dois anos na ELCV Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André, instituição também responsável pelos eventos de audiovisual da cidade, onde integrou a Comissão Organizadora da 22ª Mostra de Vídeo de Santo André e produziu a 2ª e 3ª edição do Encontro de Cinema de Paranapiacaba, IRIS - Encontro de Realizadores Audiovisuais da Região do Grande ABC e o evento Cinema: Sínteses e Multiplicidades no ABC, no SESC Santo André.

Leyslie Pereira, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Mestranda em Comunicação na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), desde 2015. Formada em Produção Fonográfica/Musical pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM), em 2014, e estuda especialização em Metodologia em Música pelo Instituto Graduarte (2016). Dedica-se à pesquisa na área de Cinema com foco em adaptação de contos de fadas. Em 2016, realizou Estágio Docente na disciplina de Linguagem Audiovisual para o curso de Radio e TV e Internet (UAM), com a orientação do Prof. Dr. Renato Luiz Pucci Junior. Possui certificação pela AVID em Pro tools 101 e 110, atuando principalmente nos seguintes temas: Comunicação, Audiovisual, Cinema, Contos de Fadas e Fonografia. Atualmente é representante discente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi.

Fabiana Guerra, Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo

Possui graduação em Desenho Industrial pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (2000). Atualmente é docente de educação profissional - Senac Penha atuando com docência e desenvolvimento de material didático nas áreas de design, computação gráfica e vídeo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: design gráfico, design thinking, autodesk, 3d, multimidia, computação gráfica jogos eletrônicos, edição de vídeo e novas tecnologias.

Citas

Augé, M. (1994). Não-lugares: Introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus.

Beauvoir, S. (1970). O Segundo Sexo. São Paulo: Difusão Européia do Livro.

Benjamin, W. (2000). A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. In: Adorno et al. Teoria da Cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra. pp. 221-254.

Benkler, Y. (2006). The Wealth of Networks: How Social Production Transforms Markets and Freedom. New Haven: Yale University Press.

Boyce, C. (1996). Dictionary of Shakespeare. Ware: Wordsworth.

Butler, J. (2003). Problemas de Gênero. São Paulo: Civilização Brasileira.

Castells, M. (2003). A Galáxia Internet: reflexões sobre a Internet, negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar.

Dawson, J. (2015). Este livro é gay. São Paulo: Martins Fontes.

Elliott, K. (2004). Literary film adaptation and the Form / Content dilemma. In: Ryan, M.-L. (ed.). Narrative Across Media: the languages of storytelling. Lincoln: University of Nebraska Press, pp. 220-239.

Jenkins, H. (2001). Convergence? I Diverge. Technology Review 06/2001, p. 93. Disponível em: http://web.mit.edu/cms/People/henry3/converge.pdf. Acessado em: 10 de dezembro de 2016.

Jenkins, H. (2006). Convergence culture. New York: New York University Press.

Jenkins, H. (2007). Fans, bloggers and gamers: exploring participatory culture. New York: New York University Press.

Jenkins, H. (2009). Cultura da Convergência. 2ª edição. São Paulo: Aleph.

Jenkins, H.; Ford, S.; Green, J. (2015). Cultura da Conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph.

Hutcheon, L. (2013). Uma Teoria da Adaptação. Florianópolis: Ed. da UFSC.

Kinder, M. (1991). Playing with power in movies, television, and video games: from Muppet Babies to Teenage Mutant Ninja Turtles. Berkeley: University of California.

Klym, N.; Montpetit, M. J. (2008). Innovation at the edge: social TV and beyond. MIT Communications Futures Program. 01 de setembro de 2008. Disponível em: http://cfp.mit.edu/publications/CFP_Papers/Social%20TV%20Final%202008.09.01%20for%20distribution.pdf. Acessado em: 10 de dezembro de 2016.

Lauretis, T. (1994). A Tecnologia do Gênero. In: Hollanda, H. B. (org). Tendências e Impasses: o feminino como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco.

Martín-Barbero, J. (2014). Diversidade em convergência. São Paulo: Revista Matrizes, V.8 - Nº2, jul/dez 2014, pp. 15-33.

Preciado, B. (2014). Manifesto Contrassexual. São Paulo: n-1 edições.

Shakespeare, W. (2016). Romeu e Julieta. São Paulo: Penguin.

Shirky, C. 2008 (). Here comes Everybody. New York: Penguin.

Shirky, C. (2011). A Cultura da Participação. Rio de Janeiro: Zahar.

Welsh, J. P. (1995). The Music of Stuart Saunders Smith. Santa Barbara: Greenwood Press.

Publicado

06/25/2017

Cómo citar

Gosciola, V., Pinheiro, T., Toledo, M. T., Correa, A. S., Ribeiro, B. G., Pereira, L., & Guerra, F. (2017). @julietacapuleto: transmediando Shakespeare en la cultura digital. Razón Y Palabra, 21(2_97), 45–64. Recuperado a partir de https://www.revistarazonypalabra.org/index.php/ryp/article/view/982